Postagens Recentes
Conecte a minha lista para receber publicações.

Consultório Virtual & Pandemia


Por meio da atual situação crítica em que vivemos devido a pandemia, frente à crise sanitária provocada pelo Covid-19, com uma demanda enorme pelo profissional da Psicologia, para os atendimentos psicológicos, devido ao estado emocional afetado em decorrência do isolamento social e dos medos que esse cenário desconhecido está causando na sociedade, é de extrema relevância a atuação do profissional psicólogo no ambiente da internet. Em decorrência dessa realidade, em que o isolamento social é o mais recomendado, onde as pessoas estão restringidas a saírem de suas casas, é de extrema necessidade a atuação do psicólogo no atendimento online por meio da tecnologia.



De acordo com Maria Adélia Minghelli Pieta, em seu artigo científico publicado em 2014, pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, “Psicoterapia pela Internet: A Relação Terapêutica”, descreve que o sucesso da psicoterapia tem se mostrado fortemente associado à relação terapêutica, independentemente de abordagem teórica. Segundo ela, a aliança terapêutica vem sendo amplamente estudada nas últimas décadas, por se tratar de fator comum às psicoterapias e estar associada à efetividade do tratamento.


Adélia Minghelli, defende a prática da psicoterapia online. Ela descreve: "Atualmente, há evidências a favor da terapia online nos países em que é praticada, como Austrália, Estados Unidos e Reino Unido. Pesquisas têm mostrado que a psicoterapia pela Internet é efetiva, amplia o acesso à terapia e diminui seus custos (Proudfoot et al. 2011). Resultados positivos têm sido encontrados na utilização de terapias baseadas na Internet para o tratamento da depressão (Kessler et al., 2009), ansiedade (Cuijpers et al., 2009), fobia (Titov et al., 2011), transtorno do pânico (Bergström et al., 2010), estresse pós-traumático (Klein et al., 2010), e transtornos alimentares (Carrad et al., 2011). Estudos recentes mostram que a terapia online também pode ser promissora no tratamento das adições e jogo patológico (Gainsbury & Blaszczynski, 2011), da psicose (Sharp, Kobak & Osman, 2011), de refugiados e imigrantes (Mucic, 2010), de depressão em pacientes terminais (Cluver, Schuyler, Frueh, Brescia & Arana, 2005) e de deficientes auditivos (Moore, Guthmann, Rogers, Frakeer & Embree, 2009). Não apenas adultos podem se beneficiar da psicoterapia pela Internet, mas também adolescentes e crianças (March, 55 Spence & Donovan, 2009; Spence et al., 2011). O anonimato pode auxiliar na busca de atendimento psicológico de pessoas introvertidas, com transtorno de ansiedade como agorafobia e fobia social, com problemas de imagem corporal (Leibert, Archer Jr., Munson & York, 2006), bem como adolescentes e usuários de substâncias (Gainsbury & Blaszczynski, 2011; Hanley, 2009; King et al., 2006)”.


Paulo Cristovão da Silva Oliveira, em seu artigo “O Divã Virtual e a Linguagem do Atendimento Psicanalítico on-line o Ciberespaço”, publicado no ano de 2019, pela Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro, analisa como a influência da internet mudou a forma de pensar o atendimento psicanalítico/psicoterapêutico que até pouco tempo tinha atenção voltada aos consultórios em um ambiente concreto.


O Conselho Federal de Psicologia (CFP), diante da crise sanitária provocada pela pandemia, publicou recentemente nova resolução para regulamentar a prestação de serviços psicológicos por meio de Tecnologia da Informação e da Comunicação, a Resolução CFP nº 04/2020. Em resposta às dúvidas e demanda da categoria, essa resolução pretende orientar os profissionais de todo o Brasil a cerca da atuação on-line diante do cenário de pandemia do novo coronavírus.


Essa “nova” modalidade de atuação do exercício de profissão do(a) psicólogo(a) clínico(a) oferece vários benefícios. Algumas vantagens do atendimento psicológico online para a qualidade de vida são: evitar deslocamentos desnecessários, fazer a sessão da própria residência ou trabalho, facilitar a comunicação, maior flexibilidade de horários, diminuição de custos etc. Porém, é importante que o atendimento psicológico online seja feito em um ambiente seguro e preze pelo sigiloso do cliente/paciente.


É importante ressaltar que a preocupação, o cuidado, o comprometimento e a entrega de todo o processo, independente do ambiente, seja no consultório físico, ou no espaço virtual, deve caminhar de acordo com o regimento interno do código de ética do Conselho Federal de Psicologia.


Sylbene Bento Parreira Diniz – Psicóloga Clínica.

CONTATO

Rua 9-b, 129, Quinto Andar.

Ed. Centro Médico Saulo Lopes D.

Setor Oeste,Goiânia-GO.

​​

Tel: 62-99154-6395

sylbene@yahoo.com

  • Black Instagram Icon
  • Black Facebook Icon

@psi.sylbene 2017

Nome *

Email *

Assunto

Mensagem